Glory Mello Eichenberg nasceu em Porto Alegre, em 09 de fevereiro de 1931 e faleceu em 22 de abril de 2008. Professora e Técnica em Contabilidade. Secretária Taquigrafa. Começou a escrever aos nove anos de idade, quando faleceu sua mãe. Foi Ativista Cultural e, ao longo de sua caminhada literária, conquistou inúmeros prêmios nacionais e internacionais. Presidiu à Academia de Artes, Ciências e Letras Castro Alves desde 1977, com muito amor e dedicação. Em suas produções, por vezes, apresentava uma sensibilidade fraterna e solidária, que polia através de seu lirismo, de sua subjetividade e de seu intimismo; por outras, transitava pela forma que mais se adequava ao espírito das emoções que desejava transpassar ou expor. Em suas poesias, explorava   diversos   temas   com   pertinência   e

CLORI EICHENBERG.jpg
ps_janet-scott_65511_the-nutcracker-gold

Presidente Perpétua

                                 “Sou espiral a queimar, espalhando, no ar,  a emoção em essência”

medalha.png