PEQUENAS INDULGÊNCIAS 
Nelson Vieira de Souza 

        Vivemos numa época em que o tempo não pode ser desperdiçado. As informações pululam, contribuindo para o corre-corre diário, e isto faz com que os momentos de lazer, de descontração fiquem escassos, relegados a um porvir. Por vezes inexistindo, absorvidos por responsabilidades do cotidiano (trabalho, estudos e outros afazeres).
        E quem não tem vontade de realizar sonhos, de ver concretizado desejos?  De uma maneira ou outra, pretendemos, almejamos fazer isso ou aquilo, não é mesmo?  De dar o luxo de cometer algumas estrepolias, que podemos taxar de “Pequenas Indulgências”. É próprio do ser humano. É lógico que nem sempre é possível. Entra aí uma série de variáveis, como: Falta dinheiro, disponibilidade de tempo e etc. e tal.
        Então, “Pequenas Indulgências” é se dar o prazer de realizar o quê parece impossível, numa determinada hora, dia, mês e ano, com base em ações planejadas. Ações estas em beneficio próprio ou de terceiros, do tipo: Auto-presentear e/ou dar presentes.

@2020 ACADEMIA DE ARTES, CIÊNCIAS E LETRAS CASTRO ALVES - Av. Bento Gonçalves, nº 1515, Apart. 810, Torre D, Bairro Partenon, Porto Alegre (RS), CEP: 90.650-002.